404 Erro - página não encontrada
Desculpe-nos, mas a página que você está procurando não existe.
Você pode ir para página inicial

NOSSAS ÚLTIMAS POSTAGENS

16 dos 25 condenados terão que iniciar cumprimento das penas

Os ministros do  Supremo Tribunal Federal (STF)  decidiram nesta quarta-feira (13) pela execução imediata da pena imposta a vários condenados no processo do mensalão, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu; o ex-presidente do PT e deputado licenciado José Genoino; o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o operador do mensalão, Marcos Valério.

dirceumensalaoApós muita discussão e dúvidas entre os próprios ministros, o Supremo entendeu que os réus terão de iniciar o cumprimento da pena pelos crimes dos quais não recorreram por meio dos embargos infringentes (recursos ao qual têm direito réus que obtiveram pelo menos quatro votos favoráveis nas condenações). Os infringentes só serão julgados no ano que vem.

A decisão foi tomada após proposta do relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, que sugeriu que 22 dos 25 condenados, mesmo aqueles que ainda têm recursos pendentes de julgamento, passassem a cumprir as penas de prisão ou prestação de serviços. Outros quatro ministros concordaram com a tese de Barbosa, mas outros seis consideraram que não pode ser executada a pena referente a crime cujo recurso ainda não foi julgado.

Pelo menos 16 condenados terão de cumprir a pena de imediato: os sete que não entraram com embargos infringentes em nenhum dos crimes pelos quais foram condenados, além dos que usaram os infringentes para questionar somente parte das penas.

O Supremo terá agora de contabilizar quais foram os réus que deixaram de questionar punições por meio dos infringentes.

Assim, se um réu recebeu menos de quatro votos favoráveis e mesmo assim resolveu apresentar embargos infringentes, ele não poderá ser preso pelo crime que questionou no recurso. Isso porque o Supremo entendeu que quem tem recurso pendente de julgamento em determinado crime não pode começar a cumprir a pena.

Se um réu deixou de questionar alguma das condenações, terá de iniciar o cumprimento da pena por aquele crime.

Ao final do julgamento, o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que somente “cerca de três ou quatro” dos 25 condenados não iniciarão de imediato o cumprimento da pena.

Perguntado se o ex-ministro José Dirceu teria de começar a cumprir a pena desde já – uma vez que questionou por meio de embargos infringentes somente a condenação por formação de quadrilha e não a condenação por corrupção ativa – o ministro respondeu: “Certamente sim”.

Barroso explicou ainda que a decisão sobre a expedição dos mandados de prisão ficará a cargo do relator do processo, ministro Joaquim Barbosa. A assessoria de imprensa do Supremo informou que nesta quinta-feira será feita uma verificação de quantos condenados terão de iniciar o cumprimento das penas imediatamente e quantos aguardarão em liberdade o julgamento dos embargos infringentes. Só depois disso serão expedidos mandados de prisão.

Eduardo Euzébio, de 18 anos, treinava em Morretes

O ciclista paranaense Eduardo Euzébio, de 18 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (13) em um acidente na BR-277, no litoral do Paraná. Ele havia sido convocado recentemente para treinos com a seleção brasileira de ciclismo e era registrado pela Federação de Santa Catarina, mas costumava treinar no Paraná. Euzébio pedalava pelo km 49 da rodovia, em Morretes, quando foi atingido ao entrar em um retorno, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

ciclistamortoAinda segundo a PRF, Euzébio pedalava no sentido Paranaguá quando teve a roda da frente da bicicleta atingida por um carro. Ele chegou a ser socorrido por um médico que passava pelo local e pela ambulância da concessionária que administra a rodovia, e foi encaminhado ao Hospital Cajuru, em Curitiba, mas não resistiu aos múltiplos ferimentos.

O motorista do carro que o atingiu disse à PRF que estava ultrapassando um caminhão quando o acidente ocorreu, e por isso imagina que o ciclista não tenha visto o veículo.

De acordo com a Confederação Brasileira de Ciclismo, Euzébio era um dos atletas mais promissores da categoria dele, e já vinha sendo convocado para a seleção. No campeonato Brasileiro Júnior de Ciclismo de Pista 2013, ele conquistou duas medalhas de ouro.

O velório do ciclista ocorre nesta quarta-feira, na Capela Central de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O corpo segue na sequência para cremação em Campina Grande do Sul.

Time paranaense venceu o jogo de ida em Goiás

Neste domingo, quatro partidas de volta agitaram as quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Com os resultados, estão definidos os confrontos das semifinais da competição: o Brasil-RS enfrenta o Londrina, enquanto Tombense e Confiança fazem a outra semifinal. Independentemente do que aconteça no restante da Série D, as quatro equipes estão automaticamente classificadas para a terceira divisão do futebol brasileiro em 2015.

No Estádio do Café, no Paraná, Londrina e Anapolina apenas empataram em 0 a 0. Entretanto, o time paranaense já havia vencido o jogo de ida por 2 a 0. Por isso, a igualdade no placar classificou o time da casa, que já está automaticamente garantido na Série C do ano que vem, e agora enfrenta o Brasil-RS nas semifinais.

Em jogo iniciado às 16 horas, o Brasiliense venceu o Brasil-RS por 2 a 1 no tempo regulamentar (placar inverso ao jogo de ida), mas foi derrotado nos pênaltis por 4 a 3.

Enquanto isso, na cidade mineira de Tombos, o Tombense venceu o Moto Club por 2 a 0 e comemorou bastante a vaga na terceira divisão do ano que vem. Os gols foram marcados pelo artilheiro Daniel Amorim, aos 31min do primeiro tempo, e por Élvis, aos 39min da etapa final. No jogo de ida, as duas equipes haviam empatado por 2 a 2. Agora, o time mineiro enfrenta o Confiança na semifinal.

O time sergipano apenas empatou por 0 a 0 com o Jacuipense no Estádio Presidente Médici, garantindo a vaga graças à vitória por 2 a 0 no jogo de ida.

Time mineiro encerrou jejum de vitórias

Depois de três derrotas seguidas, duas pelo Campeonato Brasileiro e uma pela Copa do Brasil, o Cruzeiro, enfim, venceu. Neste domingo, após pressionar toda a partida, mas esbarrar na boa atuação do goleiro Wilson, Dedé marcou de cabeça no fim e decretou o triunfo celeste por 1 a 0 sobre o Vitória.

Muito questionado pelos torcedores cruzeirenses, Dedé lavou a alma com o gol anotado neste domingo, no Barradão. Com o apelido de “mito”, o zagueiro começou a se tornar “comum” após vários erros com a camisa celeste. O mais recente aconteceu na derrota para o Flamengo, por 3 a 0, na 28ª rodada. O jogador tentou cortar um cruzamento e acabou empurrando contra o próprio gol, abrindo caminho para a derrota da equipe.

Com o resultado, o Cruzeiro volta abrir sete pontos na liderança da competição nacional. Agora, o clube mineiro soma 59 pontos, contra 52 do São Paulo, que assumiu o segundo lugar nesta rodada. Já o Vitória perde a oportunidade de desgrudar da zona de rebaixamento. Os baianos continuam em 16º, com apenas 31 tentos conquistados, apenas um a mais que o Botafogo, primeira equipe da região da degola.

Time carioca ainda sentiu abalo pela goleada para o Santos

Pressionado pelos torcedores após a goleada vexatória no meio de semana para o Santos, quando foi eliminado da Copa do Brasil com um placar de 5 a 0, o Botafogo ergueu a cabeça e conseguiu um empate importante neste domingo, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de importante, o ponto conquistado com o resultado de 1 a 1 contra o Sport, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, não tira a equipe da zona de rebaixamento. Diego Souza abriu o placar para os visitantes e Wallyson igualou para os donos da casa.

Com a igualdade no placar, o Botafogo chega aos 30 pontos, mas não deixa a zona de rebaixamento. Agora, os cariocas aparecem na 17ª posição, dois pontos atrás do Vitória, primeiro fora da degola. Já o Sport, que continua sem vencer na Série A, já são seis jogos sem um triunfo, segue estacionado no meio da tabela, no 12º lugar, com 37 tentos conquistados.

Time paulista vinha de eliminação na Copa do Brasil

Após ser goleado e eliminado pelo Atlético-MG de forma história na Copa do Brasil, o Corinthians conseguiu amenizar a crise gerada na semana ao vencer o Internacional, neste domingo, no Beira-Rio, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com um bom aproveitamento do sistema ofensivo, a equipe comandada por Mano Menezes marcou duas vezes e conseguiu segurar a pressão imposta pelos donos da casa para garantir o placar de 2 a 1 em Porto Alegre. Guerrero e Gil fizeram pelos visitantes, enquanto Nilmar descontou para os donos da casa.

Com a vitória, o Corinthians chega aos 49 pontos e se mantém na quinta posição, encostado no G-4, apenas um ponto atrás do Atlético-MG (4º). O Internacional continua com os 50 tentos conquistados, em terceiro, mas perde a vice-liderança para o São Paulo, que venceu o Bahia neste sábado.

Time verde volta a ficar perto do rebaixamento

A torcida alviverde encheu o Pacaembu neste domingo para ver o Palmeiras encarar o seu desafio mais duro na arrancada contra o rebaixamento à segunda divisão nacional. O adversário era o forte Santos, que vinha motivado por uma contundente goleada sobre o Botafogo por 5 a 0, pela Copa do Brasil, aplicada naquele mesmo Pacaembu. O time alviverde jogou bem e chegou a ser dominante no primeiro tempo. Entretanto, a equipe alvinegra foi mais eficiente, marcou dois gols pouco antes do intervalo e definitivamente freou a boa fase palmeirense no Campeonato Brasileiro: venceu por 3 a 1 e decretou a primeira derrota do rival paulista após três triunfos consecutivos.

O Santos matou a partida em um intervalo de três minutos (entre os 38min e os 41min do primeiro tempo). O Palmeiras era imensamente superior em campo e contava com boa atuação do aniversariante Valdivia, até que viu o seu lateral direito falhar duas vezes e permitir o triunfo alvinegro. Primeiro, Lucas Lima aproveitou espaço nas costas de João Pedro e deixou Geuvânio frente a frente com Fernando Prass para abrir o placar. Depois, o mesmo Lucas Lima observou nova desatenção do jovem de 17 anos, cobrou falta rapidamente para Mena, e o chileno cruzou para Gabriel ampliar. No segundo tempo, o mesmo Gabriel ainda fez o terceiro, e Henrique descontou para o Palmeiras.

Com o tropeço, o time palmeirense caiu da 12ª para a 14ª colocação. Porém, até que o Botafogo entre em campo para enfrentar o Sport, às 18h30 (de Brasília), a vantagem para a zona do rebaixamento seguirá igual à da última rodada (quatro pontos) – se o time carioca triunfar, a distância será de somente três tentos. Por sua vez, o Santos permaneceu no sétimo posto, mas agora com 45 pontos – a cinco do G-4.  Na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), a equipe alviverde visita o líder Cruzeiro, no Mineirão. Já o time santista recebe, às 22h, o Fluminense, na Vila Belmiro.

Rubro-negro paranaense manteve tabu sobre o carioca

O Flamengo vinha de duas vitórias consecutivas, mas não conseguiu quebrar o jejum que lhe acompanha nos jogos contra o Atlético Paranaense, em Curitiba. O Furacão venceu por 2 a 1, de virada, e além de interromper a sequência vitoriosa da equipe da Gávea, ainda melhorou sua posição na classificação do Campeonato Brasileiro. Agora, a equipe de Curitiba subiu para a décima posição com 37 pontos ganhos e rebaixou o rubro-negro carioca, com a mesma pontuação, para a 11ª colocação.

A partida disputada na tarde deste domingo, na Arena da Baixada, foi muito movimentada e o resultado fez justiça ao melhor desempenho da equipe da casa que sofreu o primeiro gol, mas teve forças para reagir e alcançar uma importante vitória. A equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo se apresentou de modo irregular e não teve condições de conseguir dobrar seu adversário. O Flamengo não vence o Atlético Paranaense em Curitiba há mais de 40 anos.

Na próxima rodada, o Flamengo vai receber o Internacional, no Maracanã. O Atlético Paranaense vai encarar o Criciúma, no Heriberto Hülse.