404 Erro - página não encontrada
Desculpe-nos, mas a página que você está procurando não existe.
Você pode ir para página inicial

NOSSAS ÚLTIMAS POSTAGENS

16 dos 25 condenados terão que iniciar cumprimento das penas

Os ministros do  Supremo Tribunal Federal (STF)  decidiram nesta quarta-feira (13) pela execução imediata da pena imposta a vários condenados no processo do mensalão, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu; o ex-presidente do PT e deputado licenciado José Genoino; o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o operador do mensalão, Marcos Valério.

dirceumensalaoApós muita discussão e dúvidas entre os próprios ministros, o Supremo entendeu que os réus terão de iniciar o cumprimento da pena pelos crimes dos quais não recorreram por meio dos embargos infringentes (recursos ao qual têm direito réus que obtiveram pelo menos quatro votos favoráveis nas condenações). Os infringentes só serão julgados no ano que vem.

A decisão foi tomada após proposta do relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, que sugeriu que 22 dos 25 condenados, mesmo aqueles que ainda têm recursos pendentes de julgamento, passassem a cumprir as penas de prisão ou prestação de serviços. Outros quatro ministros concordaram com a tese de Barbosa, mas outros seis consideraram que não pode ser executada a pena referente a crime cujo recurso ainda não foi julgado.

Pelo menos 16 condenados terão de cumprir a pena de imediato: os sete que não entraram com embargos infringentes em nenhum dos crimes pelos quais foram condenados, além dos que usaram os infringentes para questionar somente parte das penas.

O Supremo terá agora de contabilizar quais foram os réus que deixaram de questionar punições por meio dos infringentes.

Assim, se um réu recebeu menos de quatro votos favoráveis e mesmo assim resolveu apresentar embargos infringentes, ele não poderá ser preso pelo crime que questionou no recurso. Isso porque o Supremo entendeu que quem tem recurso pendente de julgamento em determinado crime não pode começar a cumprir a pena.

Se um réu deixou de questionar alguma das condenações, terá de iniciar o cumprimento da pena por aquele crime.

Ao final do julgamento, o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que somente “cerca de três ou quatro” dos 25 condenados não iniciarão de imediato o cumprimento da pena.

Perguntado se o ex-ministro José Dirceu teria de começar a cumprir a pena desde já – uma vez que questionou por meio de embargos infringentes somente a condenação por formação de quadrilha e não a condenação por corrupção ativa – o ministro respondeu: “Certamente sim”.

Barroso explicou ainda que a decisão sobre a expedição dos mandados de prisão ficará a cargo do relator do processo, ministro Joaquim Barbosa. A assessoria de imprensa do Supremo informou que nesta quinta-feira será feita uma verificação de quantos condenados terão de iniciar o cumprimento das penas imediatamente e quantos aguardarão em liberdade o julgamento dos embargos infringentes. Só depois disso serão expedidos mandados de prisão.

Eduardo Euzébio, de 18 anos, treinava em Morretes

O ciclista paranaense Eduardo Euzébio, de 18 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (13) em um acidente na BR-277, no litoral do Paraná. Ele havia sido convocado recentemente para treinos com a seleção brasileira de ciclismo e era registrado pela Federação de Santa Catarina, mas costumava treinar no Paraná. Euzébio pedalava pelo km 49 da rodovia, em Morretes, quando foi atingido ao entrar em um retorno, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

ciclistamortoAinda segundo a PRF, Euzébio pedalava no sentido Paranaguá quando teve a roda da frente da bicicleta atingida por um carro. Ele chegou a ser socorrido por um médico que passava pelo local e pela ambulância da concessionária que administra a rodovia, e foi encaminhado ao Hospital Cajuru, em Curitiba, mas não resistiu aos múltiplos ferimentos.

O motorista do carro que o atingiu disse à PRF que estava ultrapassando um caminhão quando o acidente ocorreu, e por isso imagina que o ciclista não tenha visto o veículo.

De acordo com a Confederação Brasileira de Ciclismo, Euzébio era um dos atletas mais promissores da categoria dele, e já vinha sendo convocado para a seleção. No campeonato Brasileiro Júnior de Ciclismo de Pista 2013, ele conquistou duas medalhas de ouro.

O velório do ciclista ocorre nesta quarta-feira, na Capela Central de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O corpo segue na sequência para cremação em Campina Grande do Sul.

Carro bateu contra um micro-ônibus em Joaçaba

Uma colisão frontal entre um carro e um micro-ônibus resultou na morte de quatro amigos em Joaçaba, no Oeste catarinense, na noite de quinta-feira (20). O carro vinha de Irani, também no Oeste, e se chocou com o outro veículo, vindo de Florianópolis. A polícia estuda o envolvimento de um terceiro veículo, cujo condutor foi encontrado gravemente ferido próximo ao acidente.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta de 22h30 no km 196 da BR-282. O Fusion estava no sentido Leste da rodovia com quatro ocupantes quando colidiu de frente com o micro-ônibus. Os passageiros do automóvel, Tadeu Loraschi, de 23 anos, Cristiano Monteiro, de 27 anos, e Marlon Kuchenbecker, de 26 anos, morreram no local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Joaçaba, as três vítimas ficaram presas às ferragens. O motorista do Fusion, Marcos Farinella, de 29 anos, ficou gravemente ferido no acidente. Ele chegou a ser encaminhado ao Hospital Santa Terezinha, em Joaçaba, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu na unidade.

No micro-ônibus, o condutor, de 30 anos, não se feriu. Ele afirmou à PRF que o veículo havia sido fretado por alunos da Universidade de Chapecó e saiu de Florianópolis em direção a Xanxerê, no Oeste. Segundo a polícia, quatro passageiros ficaram levemente feridos e foram levados ao Hospital Santa Terezinha e, posteriormente, à Unidade de Pronto Atendimento (Upa) de Joaçaba.

A polícia estuda o envolvimento de um automóvel Clio no acidente. O motorista, um homem de 27 anos, foi encontrado gravemente ferido dentro do carro próximo ao local da batida. Segundo os bombeiros, ele estava com traumatismo craniano. A vítima foi levada também para o Hospital Santa Terezinha. A unidade informou que, até 7h45 desta sexta (21), ela continuava no hospital, em observação.

Senadora de Tocantins deve ser anunciada na segunda-feira

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) foi convidada na quarta-feira à noite pela presidente Dilma Rousseff para ser a futura ministra da Agricultura. Presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), ela sinalizou positivamente.

Kátia Abreu tem o apoio do presidente do PMDB, Michel Temer, e agora está conversando com outras lideranças do partido a fim de ampliar a rede de apoios. Dilma disse à senadora que ela terá “carta branca” para montar a nova equipe.

Grupo agia em Pinhais e em Curitiba

Após semanas de investigações, policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), coordenados pelo delegado Matheus Laiola, prenderam, na tarde da última quinta-feira (20), na Rua Rio Piquiri, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), uma quadrilha de colombianos que faziam agiotagem na região de Pinhais e Curitiba. No local, os policiais apreenderam aproximadamente R$ 5 mil em dinheiro, além de dezenas de documentos com o nome das vítimas e o valor de quanto elas deviam. O que comprova o crime.

O lider da quadrilha, David Rivera Lopez, 27 anos, Daniel Rivera Garcia, 20 anos, Carlos Alberto Quintero Suellar, 40 anos e Carlos Arturo Morales Guapacha, 23 anos, foram presos em flagrante no momento em que se estavam no ponto de encontro, para realizar a contabilidade do dinheiro que foi cobrado das vítimas.

De acordo com investigações, a maioria dos membros da quadrilha veio da cidade de Calí, na Colômbia e emprestavam dinheiro para brasileiros, cobrando posteriormente às vítimas de maneira ameaçadora, com juros diários por dia. Durante os prazos das investigações, a polícia ainda não conseguiu identificar a origem do dinheiro que os suspeitos emprestavam.

Todos confessaram o crime e alegam que foi a mando do suposto líder do bando, Lopez. O quarteto responderá por formação de quadrilha e pelo crime de usura (agiotagem). Todos estão presos e permanecem à disposição da Justiça. As investigações prosseguem.

Leandro Castan está defendendo o Roma

Uma nota emitida pela Roma na última quinta-feira causou comoção no futebol italiano, com a notícia de que o brasileiro Leandro Castán precisará passar por uma cirurgia no cérebro em dezembro. Nesta sexta, o técnico da equipe disse que o momento é de deixar o zagueiro sozinho, mas que confia no sucesso da intervenção e no retorno de seu jogador.

“Estamos todos com Leo. Após essa cirurgia no começo de dezembro, voltará a ser capaz, depois de um tempo, claro, para voltar a ser um jogador da Roma. Agora temos que deixá-lo sozinho. Não é apenas um grande jogador, mas um grande guerreiro. Ele vai voltar 200%”, afirmou o treinador francês Rudi Garcia em entrevista coletiva.

Castán irá passar por uma cirurgia no cérebro para corrigir um cavernoma (uma mal formação vascular do sistema nervoso). Segundo a nota emitida pela Roma, o ex-jogador do Corinthians não corre risco de morte.

Marcelo Castán, pai do atleta, disse ainda que conversou com o filho na manhã desta quinta e que os médicos ainda não precisaram um prazo para retornar a jogar uma partida oficial. Mas disse que viajará para a Itália quando Leandro for operado.

“Eu ainda não sei como vai ser a programação de pré e pós-operatório. Ele conversou comigo hoje e disse que que estava tudo bem e que podia ficar tranquilo. Inclusive, ele está treinando normalmente a parte física, com bola tudo normal”, finalizou o pai do zagueiro.

O brasileiro participou de apenas um jogo da temporada, no dia 13 de setembro, contra o Empoli. Porém, Castán foi substituído no intervalo e, na sequência, sofreu um ataque de vertigem aguda (tontura).

“O jogador foi submetido a exames médicos nos dias após a partida, que revelaram uma alteração vascular congênita em seu cérebro. Dentro do cavernoma, os testes revelaram um pequeno edema e, como consequência, inchaço temporário”, explicou a nota da Roma.

Aos 28 anos, Leandro Castán tem um currículo vencedor na carreira. O zagueiro foi campeão brasileiro (2011) e da Libertadores (2012) com o Corinthians. Suas boas atuações renderam convocações de Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari para a seleção brasileira. Antes, o defensor defendera Grêmio Barueri, Helsingborgs (Suécia) e Atlético-MG, clube pelo qual foi revelado.

Game mais recente, 'Advanced Warfare' tem atuação de Kevin Spacey

A série de games de tiro em primeira pessoa “Call of Duty” já faturou mais de US$ 10 bilhões em vendas desde que surgiu há 11 anos, de acordo com a produtora Activision. O jogo mais recente da saga é “Advanced Warfare”, lançado em novembro com uma nova temática futurística e exoesqueletos.

De acordo com Bobby Kotick, presidente da empresa, a cifra de “Call of Duty” supera a de franquias cinematográficas como “Jogos Vorazes” e “Transformers”. “‘Advanced Warfare’ é o maior lançamento de entretenimento em 2014 em termos de rendimentos, superando todos os filmes, música e livros lançados este ano”, disse Kotick em comunicado. Eric Hirshberg, outro executivo da Activision, prevê que “Advanced Warfare” será o jogo mais vendido neste ano, mas não informou quantas cópias já foram comercializadas.

No game, os jogadores ficam frente a frente com soldados do futuro e um maquiavélico mercenário, interpretado pelo ator norte-americano Kevin Spacey (“House of cards”). Os movimentos e expressões de Spacey foram capturados por meio de um processo especial para criar uma versão realista do ator. O jogo se passa em 2054, quando Atlas, uma poderosa empresa paramilitar privada, chefiada pelo personagem de Spacey, tenta derrubar o governo.

Proposta exige dados para vender latas de spray

Está na pauta de segunda-feira (24), no plenário da Câmara Municipal, projeto de lei do vereador Helio Wirbiski (PPS) que amplia a fiscalização sobre a venda de spray em Curitiba, passando a exigir comprovante de residência, apresentação de documento de identidade original e o registro, pelo comerciante, do número de série do produto na nota fiscal. O objetivo, segundo o parlamentar, é dificultar o uso indevido do material por pichadores.

Atualmente, a lei municipal já exige que os estabelecimentos que vendem tintas e sprays façam o cadastro do comprador (nome completo, filiação, RG, CPF e finalidade da tinta). O projeto altera essa lei e, com o acréscimo dos novos dados, argumenta Wirbiski, seria possível rastrear a origem do spray apreendido em operações policiais.

Com a associação do produto ao comprador, no caso de a pichação ter sido efetuada por menor de 18 anos, além dos pais ou responsáveis pelo jovem, também quem adquiriu o material poderia ser responsabilizado – arcando com a multa definida para o caso, de R$ 1.693,84.